O canal da National Geographic procurava criar algo na web que se destacasse entre toda a produção que envolveriam os 50 anos do assassinato do presidente norte-americano John Kennedy. Procurou para isso a equipe da empresa Mullen Lowe US, que criou uma versão web para o documentário linear feito para a TV, produzido por Ridley Scott.

O website em HTML5 que usa a narrativa conhecida como parallax scrolling funciona como narrativa independente, mas foi pensado para poder ser visto sincronizado com a narrativa linear do documentário. Mais de 30 mil linhas de código foram escritas.

O resultado é uma experiência média de 20 minutos por cada usuário do site.

A mesma equipe desenvolveu para a NatGeo, em 2015, o website Killling Jesus.

 

SAIBA MAIS

Bastidores, contados pelo Think Google

IMDB: Killing Kennedy