Parceria ESPM Media Lab e DocuBase MIT

Question Bridge foi criado para nos ajudar a livrar-nos dos estereótipos.

Hank Willis Thomas, artista, extraído de Question Bridge: Black Males

Em 1996, o artista Chris Johnson desenvolveu a “question bridge” (ponte das questões, em tradução livre) para facilitar o diálogo entre divisões geracionais e de classes sociais na comunidade afro-americana de San Diego. Para criar uma question bridge, Johnson filmou um indivíduo fazendo uma pergunta. Ele então mostrou a gravação para uma pessoa que teria condições de respondê-la e gravou sua resposta. A pessoa que respondeu também teve a oportunidade de fazer uma pergunta, assim dando continuidade ao ciclo. Johnson filmou 10 homens e mulheres afro-americanos para criar sua exposição Question Bridge, que estreou no Museum of Photographic Arts de San Diego.

Anos mais tarde, o artista Hank Willis Thomas colaborou com Johnson para reutilizar o método do question bridge, focando exclusivamente em homens afro-americanos. Com os colaboradores Bayeté Ross Smith e Kamal Sinclair, Thomas e Johnson reuniram mais de 1.600 perguntas e respostas entre 160 indivíduos. Sua instalação de vídeo de 5 canais, Question Bridge: Black Males, foi exibido no Sundance Film Festival e no Brooklyn Museum. Muitas das entrevistas do Question Bridge estão disponíveis on-line, e a equipe está desenvolvendo um site HTML5 interativo com um aplicativo móvel otimizado em iOS e Android que facilitará o diálogo entre homens afro-americanos e produzirá a primeira visualização de dados de um mapa de identidade gerado por um grupo. Eles acreditam que Question Bridge será uma plataforma que pode facilitar diálogos de pergunta-e-resposta dentro de uma variedade de comunidades.

SAIBA MAIS

Docubase: Question Bridge: Black Males

Entrevista com Kamal Sinclair, uma das criadores de Question Bridge