A primeira versão é de 2014, com Wikigalaxy: cada artigo uma estrela, o tamanho dele determina sua gravidade e forma galáxias de temas. Em 2016 veio a sequência, Wikiverse, com 250 mil artigos e uma animação mais suave – o código aprimorado.

Finalmente, em novembro de 2016, Webverse, com 200 mil websites como um microuniverso para exploração. Um trilhão de links e simulação gravitacional.

 

SAIBA MAIS

Site do criador Owen Cornec

Wikiverse, o universo da Wikipedia 3D